A Folha de S. Paulo, jornal que é um porta-voz informal do PT, escancara a estratégia do partido para um eventual 2º turno. Confira: “Confirmado o cenário apontado no novo Datafolha, Fernando Haddad (PT) vai exibir figurino diferente para enfrentar Jair Bolsonaro (PSL) e a torrente de boatos sobre seus costumes no segundo turno. O PT vai explorar mais a ligação dele com a família e com a religiosidade. O candidato será apresentado como homem de fé, marido e pai cioso, reverente aos patriarcas, como o avô Cury Habib Haddad, sacerdote da Igreja Ortodoxa cuja foto o petista carrega dentro da carteira.

Haddad deu uma amostra grátis dessa persona nas considerações finais do debate da Globo. Enalteceu seu casamento de três décadas e citou o pai como uma de suas inspirações.”

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.