A Justiça Federal negou o pedido de avaliação de insanidade mental de Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado contra Jair Bolsonaro.

O juiz Bruno Souza Savino, da 3ª Vara Federal de Juiz de Fora, destacou que não existem “elementos que sustentem a existência de dúvida relevante e plausível sobre a higidez mental do investigado”.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

One Response to Sabia muito bem o que estava fazendo. Justiça nega pedido de avaliação de insanidade de Adélio

  1. O cara está desempregado a mais de um ano. E dois dos advogados dele viajaram de jatinho para defendê-lo! SERÁ QUE ALGUÉM ESTÁ BANCANDO ISSO? QUE TAL O PT E O LULADRÃO!!!?