No debate da Globo antes da votação do primeiro turno, Fernando Haddad disse:

“O Bolsonaro agora veio com a ideia de cortar o 13º, abono de férias, cobrar imposto de renda dos pobres que são isentos, cortar o Bolsa-Família.”

Sobre 13º e abono de férias Haddad atribuiu a Bolsonaro o que ele não disse.

O presidenciável do PSL, que chamou nas redes sociais as quatro acusações de “fake news”, disse hoje à Jovem Pan com todas as letras:

“Haddad é um mentiroso.”

Bolsonaro reforçou que a proposta de seu economista Paulo Guedes é dar isenção de imposto de renda para quem recebe até 5 mil reais e, assim como fez ontem no Jornal Nacional, garantiu aos beneficiários do Bolsa-Família que não vai cortar o programa social e que eles “não serão desamparados”. Bolsonaro vem repetindo que vai combater desvios e fraudes, para que os beneficiários mais carentes possam receber ainda mais. (O Antagonista)

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Leave a Reply