O vendaval da nova política no Brasil acaba de atingir em cheio  desconcertada mídia esquerdista. Em entrevista para a rádio Joven Pan, o prefeito de São Paulo, João Doria, aniquilou os grevista, sem medo de ser politicamente incorreto. As greves foram deflagadas pelas centrais sindicais como uma resposta ao fim da contribuição obrigatória que essas organizações parasitavam do trabalhador brasileiro. Um dos principais alvo dos grevistas, Doria, conseguiu chegar a prefeitura sem problemas, apesar da tentativa desesperada de bloquear seu acesso:

“Volto a dizer a esses grevistas que tentaram bloquear meu acesso: acordem mais cedo, vagabundos, porque o prefeito acorda cedo e trabalha muito” declarou à rádio .

Doria porém não parou apenas na demonstração da sua língua afiada, e prometeu esticar o músculos da prefeitura para quebrar as costas dos grevistas; garantiu que vai cobrar da Justiça a execução da multa fixada para o Sindicato dos Motoristas de São Paulo, que descumpriu a decisão de manter um percentual mínimo de ônibus circulando nas ruas. E prometeu cortar o ponto dos servidores que participarem da palhaçada.

“Vamos cobrar multas dos sindicatos que romperam a ordem e determinação da Justiça. Vamos cobrar as multas, meio milhão de reais para a paralisação de ônibus. Podem estar certos que multa será cobrada”. disse.

.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

2 Responses to Sem papas na língua, Doria põe grevistas em seu lugar e promete cortar o ponto: “vagabundos”

  1. PERFEITO!!!!! O PRIMEIRO PREFEITO DE SÃO PAULO COM CORAGEM . TEM TODO MEU APOIO E ADMIRAÇÃO

  2. Essa fala do prefeito Doria, deixa claro para os iludidos, que essa “greve” foi manifestação do PT comuno/marxista… como o prefeito Doria é PSDB comuno/fabiano, ele está contra … resumindo, trata-se de uma disputa da esquerda contra a esquerda. E por que lutam eles??? Para estar no governo e ser o dono da caneta, que lhes permite acesso ao cofre e a todas as mordamias do poder… agora o povo… ora o povo é mero detalhe pra eles.