Um rumor está circulando em Brasília que o juiz Sérgio Moro poderia ser indicado pelo presidente Michel Temer para substituir o falecido Teori Zavaski. É extremamente difícil verificar a legitimidade desse rumor, mas muitas fontes na mídia estão vendo a indicação de Moro como uma séria possibilidade. Considerando que Sergio Moro é o juiz mais influente da história brasileira, não seria uma decisão surpreendente, porém devido as implicações políticas, especialmente considerando o possível envolvimento de Temer como futuro alvo da Lava Jato, seria uma cartada impactante pela parte do presidente da República. Não parece haver dúvidas que Moro cumpre os requisitos necessários para ocupar uma vaga na mais alta Corte do país, ele é certamente detentor do notório saber jurídico, exigido pela nossa constituição, adquirido tanto pela peculiar experiência quanto pelo estudo e especialização internacional. As mais óbvias crítica a escolha de Moro seriam sua idade, 44 anos, e a importância de seu trabalho atual encabeçando a Lava Jato. Apesar de Moro ser de fato mais novo que a maioria dos indicados ao cargo no passado, não seria sem precedente, o ex-advogado do PT, Dias Toffoli ocupou o cargo com apenas 41 anos. A importância de manter Moro no comando da Lava Jato, por sua vez, é inquestionável, porém a operação terá da acabar cedo ou tarde, o que relegaria o estimado juiz a retornar a um trabalho muito mais cotidiano, ocupando um cargo no Supremo, Moro, poderia dar continuidade ao seu legado ímpar.

Assim resta poucas dúvidas que o lugar de Moro seja no Supremo, mas será ele indicado agora, depois ou nunca? Afinal para ocupar o cargo Moro precisará, invariavelmente, da indicação de um membro da classe política, de um presidente da República. E não é na política que Moro encontra a maioria de seus fãs…

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.