Fernando Haddad acaba de virar réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ao lado do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto.

A Justiça de São Paulo recebeu a denúncia do Ministério Público, que acusa o ex-prefeito de receber R$ 2,6 milhões em propina da UTC para o pagamento de dívidas de campanha com uma gráfica. (O Antagonista)

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.