Os presidenciáveis mais bem colocados nas pesquisas divergem em relação à melhor maneira para lidar com a grave situação humanitária na Venezuela.

Diz a Folha:

“O único candidato que defende sanções contra a ditadura de Nicolás Maduro e, eventualmente, alguma intervenção no país é Jair Bolsonaro”.

Para Bolsonaro, as sanções seriam uma forma de forçar Maduro a negociar.

Já o PT resiste a criticar a ditadura venezuelana e continua afirmando que há democracia no país.

“Os governos do PT nunca tomaram partido quando há conflito aberto ou não em países da região. E eu acho essa posição correta do ponto de vista da diplomacia”, disse Fernando Haddad.

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.