A bandeira do arco-íris, símbolo do movimento LGBT, vai tremular junto com a bandeira brasileira em Brasília caso Fernando Haddad, candidato do PT a Presidência, e Manuela D’Ávila (PCdoB) sejam eleitos. Haddad é o pai do polêmico ‘kit gay’, um pacote de material pedagógico que, a pretexto de combater a discriminação contra homossexuais e congêneres, promoveu o que foi considerado um verdadeiro proselitismo gay.

Manuela D’Ávila, combina sua militância no Partido Comunista do Brasil, com uma ativa participação nas hostes do movimento LGBT. Ela é tão intensa que a candidata achou oportuno gravar um video para expor essa militância e declarar sua parceria com o deputado Jean Wyllys, aquele que cuspiu no deputado Jair Bolsonaro e depois disparou em desabalada carreira.O vídeo em Manuela revela sua militância e parceria com o deputado corredor é o seguinte:

 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

One Response to Vice de Haddad garante: a bandeira LGBT tremulará junto com a brasileira, com a volta do PT

  1. Agora, nem o pessoal do Nordeste vai mais se deixar enganar pelo PT e congêneres. A bandeira LGBT não vai tremular lado a lado com a bandeira do Brasil, esse desrespeito aos símbolos nacionais jamais será aceito pelo povo.