Ninguém entende qual é o posicionamento de Marina sobre… bem, sobre quase nada, a candidata é famosa por não tomar posição, mas especialmente quando o assunto é liberação do aborto e das drogas. Ninguém nem cogitava liberar drogas e aborto, nos círculos sérios da política brasileira, mesmo na esquerda, notoriamente a então candidata Dilma se afastou do aborto e se declarou inequivocamente contrária. Quanto a liberar, ou liberalizar drogas, o assunto nem sequer era mencionado. Isso até Marina tornar o plebiscito para liberar tanto aborto quanto drogas como a principal bandeira de sua campanha. Marina evita tomar posição pessoal, como de costume, mas para quem entende de política fica óbvio que não se coloca em pauta e propõe plebiscito para leis que não se pretende modificar, especialmente quando a vasta maioria da população nem cogitava o assunto.

Se Marina continua a bancar a sonsa, especialmente para tentar manter o voto evangélico, o vice dela Eduardo Jorge, do Partido Verde, deu fim a ‘omerta’, enfim tomando posicionamento. Declarou-se como sendo favorável tanto as drogas quanto ao aborto, e ainda explicou porque Marina não pode se posicionar quanto o assunto, é difícil de explicar para o eleitor:

“É a mais difícil que tem”. “Você imagine eu tentando que explicar isso a minha tia com 102 anos super-católica, que vai à igreja todo dia lá na Bahia, é difícil” Declarou o vice de Marina em entrevista para a Globonews.

 Para completar Eduardo Jorge comparou o aborto com a legalização das drogas. Declarou-se como favorável a ambas, mas considera a liberação das drogas como sendo um objetivo mais próximo:

 “É muito mais fácil”. “É uma questão muito racional, é de mostrar qual é a política melhor para que diminua a dependência, as doenças ligadas à droga e diminua o poder do crime”, justificou.

 Apesar do fracasso da liberação em países como a Holanda, que virou destino turístico para drogados e ponto de parada para tráfico pesado, e do nosso vizinho Uruguai onde os homicídios quase dobraram desda liberação a esquerda se mostra comprometida com a pauta. 

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.