O Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu cancelar um ato do candidato a presidência Fernando Haddad no auditório do Sindicato dos Armadores e da Indústria da Pesca de Itajaí e Região (Sindipi) devido a um tumulto provocado por eleitores do também candidato Jair Bolsonaro, do PSL, segundo informaram fontes locais.

Haddad iniciou a sua agenda no estado de Santa Catarina com um encontro para ouvir as reivindicações de lideranças do setor pesqueiro, ao lado de sua vice, Manuela D’Avila (PCdoB), e do candidato petista a governador Décio Lima. De acordo com a mídia catarinense, a entrega da lista de reivindicações estava programada para ocorrer no auditório do Sindipi, mas precisou ser transferida para o gabinete do presidente, a portas fechadas, depois que eleitores de Bolsonaro entraram no local, causando o tumulto.

Do lado de fora, outro grupo de fãs do deputado federal pelo PSL organizou uma manifestação contra o petista, obrigando a polícia a formar um cordão de isolamento. Veja o vídeo:

Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  

Sorry, comments are closed for this post.